A Cia de Teatro Contemporâneo

A Cia. de Teatro Contemporâneo foi fundada em 1998, com o objetivo de discutir a contemporaneidade através de textos clássicos e de autoria da própria Cia. A primeira montagem foi Adorável Hamlet, uma adaptação do texto de Shakespeare, que cumpriu duas temporadas, uma no teatro Nelson Rodrigues- Caixa Cultural e outro no Teatro Glaucio Gil, após esse espetáculo foi montado Adorável Romeu e Julieta, também uma adaptação do texto de Shakespeare, que estreiou no SESC Tijuca e cumpriu uma segunda temporada no Teatro Glaucio Gil, esse espetáculo também foi escolhido para fazer toda a rede SESC pelo interior do estado. Em seguida, foi a vez de um dos maiores sucesso da Cia., Adorável Ricardo III, que fez duas temporadas completamente lotadas no Teatro Glaucio Gil, foi convidado a fazer temporada em São Paulo, no Centro Cultural São Paulo, na sua melhor sala, a Jardel Filho e terminou com uma terceira temporada de sucesso no Teatro Glaucio Gil. Em 2004, a Cia. adquiriu sua primeira Sede própria, em Botafogo, na Rua Conde de Irajá 253, onde deslocou as atividades de ensino que aconteciam no Teatro Glaucio Gil, para este endereço. A partir dai começaram inúmeras atividades, a Cia. começou a trabalhar com teatro infantil e teatro para empresas. Em 2008, constrói uma segunda sala de espetáculos no endereço da Sede, em 2009, ganha o titulo de ENTIDADE DE UTILIDADE PÚBLICA da prefeitura do Rio de Janeiro em reconhecimento aos seus trabalhos artísticos e estudantis.  Desenvolve a partir de 2005, o projeto O Campeonato de Carioca de Improvisação sempre no segundo semestre do ano. Em 2013, fomos convidados para uma turnê na Argentina, passando pelas cidades de Buenos Aires, Córdoba e Mendoza, em 2014 fomos para Chicago, convidados para o maior festival de improvisação do mundo, o Chicago Improv Festival, promovido pela Second City, um dos maiores grupos de improvisação do mundo e de onde os maiores comediantes americanos vieram. Também recebemos estrelas internacionais que vieram ao Rio através de nosso convite: Si Solucion Impro de Bogotá-Colômbia, Liga de Improvisação Profissional de Buenos Aires-Argentina, Los Pelafustanes de Córdoba-Argentina, Liga Mendocina de Improvisacion de Mendoza-Argentina, Ketó de Lima-Peru, Los Pleimovil De Santiago-Chile, além de jogadores do Uruguai, México e Bolívia. Também recebemos especialistas para workshops aqui na sede, tais como: Amy Roeder de Chicago / EUA, Shawn Kinley de Calgary / Canadá, Jorge Rueda de Madri / Espanha, Bobbi Block, Filadélfia / EUA.  Em 2016, fomos para Santiago no Chile e em 2017, fomos para Bogotá-Colômbia, onde fomos CAMPEÕES SUL-AMERICANOS DE IMPROVISAÇÃO. Em 2018, estamos iniciando as obras para mais um andar na sede de Botafogo e adquirimos nossa nova sede na Tijuca que contará com salas para ensaios e aulas, além de uma central de produção e um estúdio de televisão.

Cia de Teatro Contemporâneo formação em – 1998

2020 – A CTC em meio a pandemia participa do Festival ON LINE IMPRO SI FRONTEIRAS, com equipes de Costa Rica, México, Chile, Uruguai, Argentina, Porto Rico e Peru

2019 – A CTC participa do Festival de Minimas no Peru.

2018 – TURNÊ da CTC pelo segundo ano no Festival CUNDIMPRO por outras 5 (cinco) cidades na Colômbia – A Cia. de Teatro Contemporâneo tira terceiro lugar no festival desse ano.

2017 – TURNÊ da CTC pelo Festival CUNDIMPRO por 5 (cinco) cidades na Colômbia – A Cia. de Teatro Contemporâneo se sagra CAMPEÃ SUL AMERICANA DE IMPROVISAÇÃO.

2016 – TURNÊ da CTC a convite da Cia. Lospleimovil em Santiago/Chile

2015 – IDA AO FESTIVAL DE CURITIBA – apresentação no Teatro Eva Hertz

2014 – (Segunda Temporada) Cabaret Improtempo Direção: Dinho Valladares – Na Sede da Cia. de Teatro Contemporâneo

2014 – Sonho de Uma Noite de Verão de William Shakespeare – Direção: Silvia Carvalho

2014 – (Terceira Temporada) Cabaret Improtempo Direção: Dinho Valladares – São Paulo – Sede do Teatro da Commune

2014 – É Festa de Juiz – adaptação de Ivan Fernandes do texto de Martins Penna

2014 – TURNÊ DA PEÇA CABARET IMPROTEMPO no Chicago Improv Festival – em Chicago/ EUA

2013 – SexyClown – Criação coletiva – Direção: Cris Munõz

2013 – O Sonho – Texto: Strindberg – Direção: Renata Mafra

2013 – Apesar do Amor – Texto: Moliére – Direção: Ivan Fernandes

2013 – Organização e turnê pela Argentina da Seleção Brasileira de Improvisação – Cidades de Buenos Aires, Córdoba e Mendoza – Sagrando-se campeão em Córdoba.

2013 – 1 Mostra de Espetáculos de Improvisação

2013 – Estréia do Espetáculo CABARET IMPROTEMPO Direção: Dinho Valladares – Temporada de 1 mês no Teatro Cândido Mendes de Ipanema.

2013 – IX Campeonato Carioca de Improvisação – Grande Final no Teatro João Theotônio

2013 – IV Campeonato Brasileiro de Improvisação – Com Filhos de Carmem de São Paulo

2013 – III Campeonato Sul-Americano de Improvisação – Com LPI – Liga Professional de Improvisacion da Argentina e Ketô do Peru.

2012 – Ópera do Malandro – Texto: Chico Buarque de Holanda – Direção: Eliza Pragana

2012- HAMLET2012 – Texto: William Shakespeare – Direção: Silvia Carvalho – Teatro Planetário

2012- Martins 4x Sem Pena – Texto: Martins Pena – Adaptação e Direção: Marco Santos

2012- A Tempestade – Texto: William Shakespeare – Direção: Dinho Valladares – No Parque das Ruínas.

2012- A Quadrilha – Texto: Jomar Magalhães – Direção: Cris Munõz

2012- Alice no Buraco – Texto: Madeleine Gerêmias – Direção: Regiana Antonini

2011 – A Festa no Céu – Texto e Direção: Dinho Valladares

2011 – O Inspetor Geral – de Nicolai Gogol – Direção de Silvia Carvalho

2011 – Peladas do Impro – Direção Flavio Lobo

2011 – Alice no País das Maravilhas – Texto adaptado e Direção: Dinho Valladares

2011 – VII Campeonato Carioca de Improvisação e III Campeonato Brasileiro de Improvisação. Participaram mais de 20 grupos e III Campeonato Brasileiro de Improvisação, vieram 16 grupos de diversos estados brasileiros entre eles estavam PROTOTIPOS/SP, UMA/MG, ANONIMOS DA SILVA/DF e IMPROPRIA CIA TEATRAL/MG.

2011 – Sonho de Uma Noite de Verão – Texto: William Shakespeare – Direção: Dinho Valladares – No Aterro do Flamengo

2010 – Desenvolvimento de projeto Social na cidade de Rio Bonito denominado NOVAS PESPECTIVAS em parceria com o projeto local LONA NA LUA com o patrocínio de FURNAS

2010 – Nós Sabemos o que Aconteceu – Machado de Assis – Dir. Anja Bittencourt

2010 – Pela Porta ou Pela Janela – Três comédias curtas de George Feydeau

2010 – Culpado? – direção e texto de: Regiana Antonini

2010 – Claríssima – direção e texto de: Regiana Antonini

2010 – Quando a Libido Ataca! – Texto e direção de: Dinho Valladares

2010 – Desenvolvimento de treinamento de praticas teatrais e circenses para garçons do POLO BOTAFOGO (Associação de Empresários Gastronômicos de Botafogo) afim de melhorar o atendimento com o patrocínio do Banco do Brasil

2010 – A BELA PRINCESINHA DESOBEDIENTE – Texto e Direção: Dinho Valladares

2010 – Montagens em julho do curso profissionalizante:

O BALCÃO de Jean Genet – Direção: Dinho Valladares

TUDO NO TIMING – Direção: Regiana Antonini

OS SETE GATINHOS de Nelson Rodrigues – Direção: Silvia Carvalho

MULHERES A BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS de Pedro Almodovar – Adap e Dir: Silvia Carvalho

2010 – FESTIVAL BOTAFOGO NO INVERNO – Realizado em parceria com o Pólo Botafogo, compreendeu mais de 20 apresentações de textos curtos, na Sede da Cia, nos restaurantes de Botafogo e na boate CASA DA MATRIZ.

2010 – O Crime da Rua Carioca – Texto de Artur Azevedo – Direção: Gile Gwisdek

2010 – VI Campeonato Carioca de Improvisação – Participaram mais de 20 grupos e III Campeonato Brasileiro de Improvisação, vieram 16 grupos de diversos estados brasileiros entre eles estavam OS RISOLOGISTAS/PR, PROTOTIPOS/SP, UMA/MG, ANONIMOS DA SILVA/DF e IMPROPRIA CIA TEATRAL/MG.

2010 – Montagens em Dezembro do curso profissionalizante:

PAIXÃO PELO TEATRO de Marco Santos – Dir. Dinho Valladares

ROCK HORROR SHOW – Dir. Silvia Carvalho

MENTECAPTA de Mauro Rasi – Dir. Regiana Antonini

ARLEQUIM SERVIDOR DE DOIS PATRÔES de Carlo Goldoni – Dir. Silvia Carvalho

2010 – Os Moços Bonitos – Texto de Artur Azevedo – Direção: Gile Gwisdek

2009 – A BAILARINA ROSA E O SOLDADINHO AZUL – Texto e Direção: Dinho Valladares – Peça escolhida pela revista Crescer entre as cinco melhores do Brasil desta temporada – ficou 9 (nove) meses em cartaz.

26 de Maio de 2009 – A Cia. de Teatro Contemporâneo recebe a menção da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro de ENTIDADE DE UTILIDADE PÚBLICA.

2009 – FESTIVAL CONTEMPORÂNEO DE CENAS CURTAS – Realizado em parceria com o Pólo Botafogo, compreendeu mais de 20 apresentações de textos curtos, na Sede da Cia e nos restaurantes de Botafogo.

2009 – V Campeonato Carioca de Improvisação – Participaram mais de 20 grupos, entre eles estavam ANONIMOS DA SILVA/DF e IMPROPRIA CIA TEATRAL/MG

2009 – Montagens do curso profissionalizante:

OS SETE GATINHOS – Direção: Dinho Valladares

O CULPADO – Texto e Direção: Regiana Antonini

CLARISSIMA – Texto e Direção: Regiana Antonini

2008: O CADILLAC VERMELHO de João Sincero – Direção: Dinho Valladares

2008 – BONITINHA, MAS ORDINÁRIA de Nelson Rodrigues – Direção de Dinho Valladares

2008 – AS AVENTURAS DE PEDRO MALASARTES de Solange Lima – Direção de Dinho Valladares

2008 – SEXTAS IMPROVISADAS – Direção Cláudio Amado

2008 – IMPROVINSANOS MUSICAOS – Direção Cláudio Amado

2008 – CONCURSO CONTEMPORÂNEO DE DRAMATURGIA – Textos Curtos

2008 – FESTIVAL BOTAFOGO NO INVERNO – Realizado em parceria com o Pólo Botafogo, compreendeu mais de 20 apresentações de textos curtos, na Sede da Cia e nos restaurantes de Botafogo.

2008 – O DOENTE IMAGINÁRIO de Moliere – Direção de Dinho Valladares – Cenários de Coco Barsante

2008 -A FAMÍLIA QUE PEDI A DEUS de Estaine Alencar – Direção de Dinho Valladares

2008 – IV CAMPEONATO CARIOCA DE IMPROVISAÇÂO- direção de Dinho Valladares apresentado no teatro I com a presença dos ANONIMOS DA SILVA/DF

2008 – I FESTIVAL DE TEATRO DE BONECOS EM MINIATURA – Direção de Sergio Biff – Contou com apresentações de várias Cias. de Bonecos em miniatura.

2008 – A ESPOSA QUE PEDI A DEUS – de Jorge Fedeau – Direção Dinho Valladares

2008 – DUPLA CENA – de Andrea Gaspar – Direção Dinho Valladares

2008 – GERAÇÃO TRIANON – de Ana Maria Nunes – Direção Joana Ferry

2008 – AS PRECIOSAS RIDICULAS – de Moliere – Direção Dinho Valladares

2009 – I FESTIVAL RIO BONECOS DE JANEIRO – Direção de Sergio Biff – Contou com peças de teatro de bonecos adultas e infantis.

2009 – ENCONTRO DE CASAIS – Direção de Humberto Holanda

2009 – THE LADY WINDENERE’S FUN – de Oscar Wilde – Direção Andrea Gaspar

2009 – A Cia. de Teatro Contemporâneo abre o seu CURSO PROFISSIONALIZANTE DE ATOR, reconhecido pelo MEC- Ministério da Educação, através do Governo do Estado do Rio de Janeiro e Secretária Estadual de Educação.

2007 – NHOQUE EM TEMPOS DE CRISE de Vitor Hugo Marques – Teatro Gláucio Gil – Sede da Cia. de Teatro Contemporâneo – Sesc Friburgo, São Gonçalo, Campos, SJMeriti, Nova Iguaçu, entre outros.

2007 – III CAMPEONATO CARIOCA DE IMPROVISAÇÃO- direção de Aline Bourseau apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo, com a presença dos ANONIMOS DA SILVA/DF.

2007 – TRIBOBÓ CITY de Maria Clara Machado – Direção de Dinho Valladares

2007 – EDIFÍCIO IRAJÁ CONDEZ 253 de Laura Tardin – Direção de Isabela Leal.

2007 – OS MALAS de Joana Ferry

2007 – ÓPERA DO MALANDRO de Chico Buarque – Direção: Dinho Valladares – Março

2007 – JOGO DAS ESTRELAS – espetáculo de Improvisação que reuniu os melhores improvisadores do II Campeonato de Improvisação

2007 – NAIPI, A INDIANZINHA E AS LENDAS BRASILEIRAS – espetáculo musical infantil de Solange Lima e Dinho Valladares com direção de Dinho Valladares, coreografias de Aline Bourseau e musicas de Sergio Cleto em cartaz na Sede da Cia de Teatro Contemporâneo –teatro 1 por um período de maio à outubro.

2007 – IMPROVINSANOS – espetáculo de Cláudio Amado com o núcleo de Improvisação da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo ficou em cartaz na Sede da Cia de Teatro Contemporâneo –teatro 1 – realizando duas temporadas totalizando cinco meses em cartaz

2006 – OPERA DO MALANDRO – texto de Chico Buarque – direção de Dinho Valladares – vencedor do prêmio de revelação musical do festival de teatro de Ubá

2006- NHOQUE EM TEMPOS DE CRISE – texto de Victor Hugo Marques , direção de Dinho Valladares– vencedor do Concurso Contemporâneo de Dramaturgia – um projeto da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo. Realizando um circuito de 10 espetáculos realizados nos Sesc´s do Rio de Janeiro.

2006- NHOQUE EM TEMPOS DE CRISE – texto de Victor Hugo Marques , direção de Dinho Valladares– vencedor do Concurso Contemporâneo de Dramaturgia – um projeto da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo. Realizando uma temporada de 2 meses na Sede da Cia de Teatro Contemporâneo

2006 – QUINTA SEM LEI – mostra de trabalhos artísticos independente – direção de Dinho Valladares * concepção de Aline Bourseau – Apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo

2006 – II CAMPEONATO CARIOCA DE IMPROVISAÇÃO- direção de Aline Bourseau e o convidado argentino Ricardo Behrens. apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo, com a final no teatro Gláucio Gil. Com a presença da LPI/MG.

2006- I CAMPEONATO DE OUTONO DE IMPROVISAÇÃO – direção de Dinho Valladares e Aline Bourseau apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo

2006- A FESTA NO CÉU – texto de Solange Lima e Dinho Valladares – espetáculo musical infantil, teatro infantil Rio de Janeiro, ficando em cartaz com bastante sucesso durante 9 meses no teatro I Sede da Cia de Teatro Contemporâneo

2006- – VIA SACRA – A PAIXÃO DE CRISTO – texto de Benjamin Santos * direção de Dinho Valladares – Apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo e na igreja São João Baptista localizada á Rua Voluntários da Pátria – Botafogo

2005 – VIA SACRA – A PAIXÃO DE CRISTO – texto de Benjamin Santos * direção de Dinho Valladares – Apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo e na igreja São João Baptista localizada á Rua Voluntários da Pátria – Botafogo

2005 – QUINTA SEM LEI – mostra de trabalhos artísticos independente – direção de Dinho Valladares * concepção de Aline Bourseau – Apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo

2005 – CICLO DE LEITURAS DRAMATIZADA : “ Autores que fizeram História “ – coordenação de Marco Santos – apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo

2005 – CICLO DE LEITURAS DRAMATIZADA : “ As Sete Máscaras do Teatro Brasileiro “ – coordenação de Marco Santos apresentado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo

2005 – I CAMPEONATO CARIOCA DE IMPROVISAÇÃO – direção de Dinho Valladares e Aline Bourseau – realizado no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo. Com a presença do time LARANJA MECANICA/SP.

2005- AS GALINHAS, UM MUSICAL DE PENAS – texto de Patrícia Fontoura – direção de Dinho Valladares –primeiro musical infantil e realizou uma temporada de Sucesso de 9 meses no teatro I da Sede da Cia de Teatro Contemporâneo.

2004 – SEDE DA CIA DE TEATRO CONTEMPORÂNEO – aquisição de sede própria – l Localizada na R. Conde de Irajá 253, entre as ruas Voluntários da Pátria e São Clemente, Em Botafogo, num velho casarão de 1910, é a nova sede da Cia. de Teatro Contemporâneo. Composto de uma sala para apresentações de 100 (cem) lugares dotada de frisas e balcão, (a sala possui paredes descascadas mostrando as estruturas antigas as paredes do casarão) uma biblioteca específica de teatro, um bar com área a céu aberto, além de sala de aula e ensaio, camarins,banheiros e administração. Local que permite a Cia. desenvolver suas atividades de pesquisa de linguagem, onde ocorrem aulas de teatro RJ, dança, canto e demais atividades artísticas para suas peças em cartaz, concentrando em um único espaço os resultados. A Sede é um pólo gerador de manifestações artístico-culturais inovadoras, impactantes e constantes.O espaço representa um centro de produção e realização dos trabalhos de pesquisa da companhia. Assim como a realização de projetos pioneiros como : Quina Sem Lei, o Campeonato Carioca de Improvisação, Via Sacra, O Casamento na Roça, Concurso Contemporâneo de dramaturgia,Ciclos de Leituras Dramatizadas, entre outros.

2004- Exposição Shakespeare em Terras Brasileiras – à Convite do Centro Cultural São Paulo com o espetáculo ADORÁVEL RICARDO III.

2003 – ADORÁVEL RICARDO III- texto de William Shakespeare – direção de Dinho Valladares – terceira temporada de Sucesso de 1 mês a convite da prefeitura de São Paulo – no teatro Jardel Filho no Centro Cultural São Paulo.

2003- ADORÁVEL RICARDO III – texto de William Shakespeare e direção de Dinho Valladares – segunda temporada carioca de sucesso de 2 meses no Teatro Gláucio Gil

2003 –QUANDO A LIBIDO ATACA! – texto e direção de Dinho Valladares- circuito de apresentações nas cidades mineiras de Sabará, João Molevade, Vespaziano, Santos Dumont, Juiz de Fora , Barbacena

2002- ADORÁVEL RICARDO III- texto de William Shakespeare – direção de Dinho Valladares – estréia da primeira temporada de sucesso no Teatro Gláucio Gil

2002-QUANDO A LIBIDO ATACA! –texto e direção de Dinho Valladares –temporada de 1 mês na Casa de Cultura Estácio de Sá , apresentações no estado do Rio de Janeiro nas cidades de Friburgo, Teresópolis, Cabo Frio, Itaboraí , Saquarema, Campos dos Goytacazes e Faculdade Rural

2001- O ABOBALHADO OU A HISTÓRIA DEPENDE DE QUEM A ESCREVE- texto e direção de Dinho Valladares- realizando uma temporada de 2 meses no Teatro Ziembinsky, na Tijuca

2001- QUANDO A LIBIDO ATACA!- texto e direção de Dinho Valladares – estréia do espetáculo no Café do Teatro Gláucio Gil realizando uma temporada de sucesso de 4 meses

2001- ADORÁVEIS ROMEU E JULIETA – texto de William Shakespeare- direção de Dinho Valladares – re-estreia do espetáculo no Teatro Gláucio Gil – em Copacabana realizando uma temporada de sucesso de 3 meses.

2000- ADORÁVEIS ROMEU E JULIETA- texto de William Shakespeare- direção de Dinho Valladares- estréia do espetáculo no Teatro Sesc Tijuca realizando uma temporada de 2 meses de sucesso

2000 – ADORÁVEL HAMLET – Texto de William Shakespeare – direção de Dinho Valladares – 2 meses de temporada no Teatro Glaucio Gil.

1999- ADORÁVEL HAMLET- texto de William Shakespeare – direção de Dinho Valladares -estréia do espetáculo no Teatro Nelson Rodrigues

1998- FORMAÇÃO DO GRUPO

curso de teatro cia de teatro contemporâneo ator atriz profissionalizante DRT peças em cartaz unidade tijuca